sábado, 22 de junho de 2019

In the local press

No passado dia 14 de Julho saiu na imprensa local, na Gazeta das Caldas, um artigo sobre o meu trabalho e sobre nós cá de casa. Um artigo lindo e muito bem escrito pela jornalista Natacha Narciso, adorei! Para quem quiser ler aqui fica o artigo: 


Sílvia Jácome, a designer de cerâmica que vive e trabalha com preocupações ecológicas


0
269
   

Sílvia Jácome mostrando algumas da suas peças que fizeram parte da exposição na Holanda
Quando Sílvia Jácome está a cozer as suas peças, feitas em porcelana, já sabe que não pode ter os eletrodomésticos ligados porque toda a energia que consegue obter dos oito painéis solares que possui na sua casa em Salir de Matos, está canalizada para o forno. Mas isto resulta de uma opção da artista que vive em comunhão com a natureza e quer deixar o mínimo de pegada ecológica. A designer, formada na ESAD, produz peças utilitárias e coloridas, que até já foram seleccionadas para ser expostas na Holanda.
Sílvia Jácome tem 45 anos e é de Tomar. Veio para as Caldas estudar Design e Tecnologias para a Cerâmica na ESAD e, mais tarde, regressou por causa da cerâmica, área pela qual se apaixonou quando ainda frequentava a escola. Também nas Caldas conheceu o seu companheiro, Paul Nagtegaal e, com ele e com o filho de ambos, vive da forma mais ecológica que lhes é possível na freguesia de Salir de Matos. Não estão ligados a nenhuma empresa distribuidora de energia eléctrica e, por isso, o que faz funcionar todos os equipamentos da casa, bem como o forno de cerâmica, provém de oito painéis solares instalados nas imediações da casa.
Além do curso superior, Sílvia Jácome aperfeiçoou as técnicas de cerâmica no Cencal. Percebeu que “era feliz a trabalhar no barro” dado que é uma matéria-prima moldável, que precisa de poucas ferramentas para ser trabalhado e “está ligado à terra”, aspecto que a autora tanto valoriza.
Em 2009 passou a dedicar-se à bijutaria cerâmica, conjugando as peças em barro com metais (prata) e tecidos. E como queria sempre apostar em novas técnicas, “aos poucos fui regressando às Caldas”, sobretudo porque precisava de materiais cerâmicos, algo não havia em Tomar, onde residia.
“Foi bom poder retomar o contacto com pessoas que optaram por ficar a viver nas Caldas”, contou a autora que, há 20 anos, tirou o curso de Cerâmica para Designers no Cencal e foi para Ansião trabalhar na cerâmica Intercer. Mais tarde, mudou-se para outra empresa congénere em Montemor-o-Velho.
Nos últimos dois anos Sílvia Jácome dedica-se a um novo desafio: criar peças utilitárias em porcelana. A ideia surgiu após um repto de uma amiga para fazer uma taça em porcelana para cereais. A experiência correu bem e logo se seguiu um pedido de uma colher, também na mesma pasta.
Em seguida já fez coloridos pratos, tigelas e copos para café ou chá, com a respectiva colher. Trabalha com moldes, mas depois acrescenta texturas e pormenores. É perfeccionista e muito dedicada ao detalhe, o que dá alma aos seus trabalhos minimalistas.
A ceramista dedica-se a criar pequenas séries e vai apostar numa maior divulgação das suas obras. Inspira-se em detalhes da natureza, assim como é possível constatar nos seus azulejos onde marcam presença os tons e as texturas das folhas das árvores que rodeiam a sua casa.
Sílvia Jácome dedica-se a este tipo de produção e diz que “é um desafio todos os dias!”. Trata-se de uma das pastas mais difíceis de se trabalhar à qual se soma o facto do seu forno ter que cozer as peças a altas temperaturas (1250 graus). Mas a designer não tem receio das dificuldades e de experimentar. Em breve também a joalharia de sua autoria vai incluir pequenas peças de porcelana.
“A cerâmica é um mundo incrível onde estamos sempre a aprender”, contou, enquanto mostra a sua última produção: dois pratos e uma taça em porcelana, vidradas em diferentes tons de vermelho. O conjunto, diz, designa-se “As três da vida airada”.
A autora, a convite de amigos, já coordenou workshops de joalharia cerâmica e também de cerâmica para crianças. O primeiro decorreu em 2014 quando Sílvia esteve ligada ao Espaço Ó, em Óbidos, trabalhando em azulejaria com Thomas Schitek.

A casa como projecto de vida

Sílvia Jácome conheceu Paul Nategaal, através de uma amiga comum, em 2014. O holandês, formado em História veio para Portugal há 20 anos, dedica-se a criar e a manter jardins ecológicos. A sua empresa, The Green Company, tem sobretudo clientes estrangeiros.
O casal começou a namorar há quatro anos e Paul Nategaal achava que não podia ter filhos, assim lhe tinham dito os médicos na Holanda. Só que Sílvia ficou grávida e em Janeiro de 2015, nasceu o filho de ambos, David. Sílvia já tinha 40 anos mas quer a gravidez quer o parto decorreu com normalidade. Ambos querem dar toda a atenção a este “menino milagre” e, como tal, a cerâmica de Sílvia esteve em “stand by” durante os primeiros meses de vida do filho. O seu trabalho só foi reiniciado durante as sestas da criança.
Antes de se juntarem, Paul tinha adquirido a casa onde vivem, em Salir de Matos, que pouco mais era do que a ruína de uma habitação centenária. Com a ajuda de amigos, a casa tem vindo a ser recuperada aos poucos. Quando Sílvia passou a fazer parte da sua vida, recuperar a casa tornou-se o projecto de ambos. A casa não tinha energia nem água da rede pública. Os anteriores proprietários usaram velas ou candeeiros a petróleo. O casal decidiu que não iria ligar-se à rede pública e que apostaria em energias renováveis, tendo colocado painéis solares. Neste momento têm oito painéis e várias baterias que auxiliam no armazenamento energético. E fazem tudo recorrendo apenas à energia solar, incluindo a cozedura das suas peças. Claro que quando o forno está ligado, Sílvia já sabe que não pode por a máquina de lavar a roupa a funcionar. Todas as lâmpadas da casa são leds e é apenas com a energia solar que se garante todo o funcionamento eléctrico, desde o aspirador até à máquina de lavar a loiça.

A PRIORIDADE NÃO É TER MAIS COISAS

O casal inicialmente resistiu em ligar a casa à rede pública da água, mas acabou por ceder porque o poço do seu terreno secou. Enquanto não era feita a ligação à rede, Sílvia e Paul revezavam-se para ir todos os dias buscar água a uma fonte “tal como faziam os nossos avós”.
O casal está muito empenhado em viver da forma mais sustentável que lhe é possível. A própria renovação do edifício da casa foi feita quase sem cimento recorrendo sobretudo a materiais mais ecológicos como a cal, “o que faz com que a casa não tenha tanta humidade”.
Sílvia e Paul recuperam ainda móveis antigos, assim como portas e janelas que lhes foram oferecidas.“Tentamos recuperar tudo o que é possível. Porque é que havemos de deitar no lixo e andar sempre a comprar mais coisas?”, questionou-se a artista. Aos poucos há novas áreas da casa que querem recuperar desde um anexo que em breve se vai se transformar no atelier de trabalho de Sílvia. Este contemplará uma parte de trabalho e uma sala que também poderá transformar-se num quarto. “Queremos que pessoas que se identifiquem com este projecto possam vir fazer cerâmica e aprender a criar um jardim”, explicou Sílvia sobre mais um projecto que visa acolher quem quer passar uns dias ligado à natureza e a um modo de vida sustentável.
O casal e o filho tentam também apostar numa alimentação mais saudável, apostando sobretudo nos vegetais em detrimento do consumo de carne. Têm a sua própria horta e encomendam as sementes biológicas online e não usam nem adubos nem fertilizantes. Estão também a apostar na plantação de árvores de fruto.
Com as ervas aromáticas e dos chás que produzem e que Paul traz dos jardins que cuidam, também já produzem sabão artesanal. Fazem-no com recurso a lavanda, alecrim, rosa mosqueta e erva Príncipe e já respondem a encomendas que lhes são feitas por algumas casas de Bed & Breakfast.
“A nossa prioridade não passa por ter mais e mais coisas. Queremos ser felizes, apostando numa forma de estar sustentável”, rematou a autora.

quarta-feira, 19 de junho de 2019

Goudse Keramiek Dagen

Novos desafios! Novos destinos! Foi isto que aconteceu nos passados dias 30 e 31 de Maio. Participei na Mostra de Cerâmica de Gouda, Holanda, que acontece todos os anos mais ou menos por esta altura. Éramos 100 ceramistas de alguns pontos da Europa. Para quem quiser saber mais: goudsekeramiekdagen.nl . Foi uma experiência maravilhosa. A repetir!










quarta-feira, 27 de março de 2019

Desafio/ Challenge

Gostava de vos fazer um pedido especial! O meu projecto de cerâmica faz 10 anos este ano (já passaram 10 anos, como é possível?) e por isso gostava, a jeito de comemoração, de pedir-vos, a vocês que têm peças “Sílvia Jácome”, de me enviar fotos vossas com as respectivas peças. O que acham da ideia? Se receber muitas, prometo que vou fazer algo bem especial com elas ❤️. Enviar para sjacome02@gmail.com. Obrigada!!

I would like to make a special request! My ceramics project is 10 years old this year (it’s been 10 years, how is it possible?) and so I would like as a way to commemorate, to ask you, who has pieces “Sílvia Jácome”, to send me pictures of you with the respective pieces. What do you think of the idea? If I receive many, I promise I’ll do something very special with them ❤️. Send to sjacome02@gmail.com. Thanks!!




sexta-feira, 22 de março de 2019

No passado dia 14, a convite de uma querida amiga, fui fazer um workshop com 22 crianças de 4 e 5 anos, numa escola em Lisboa. O que eu gostei de os ver pôr as mãos no barro! É tão especial ver crianças destas idades mexer no barro, vê-las com tanta vontade e querer fazer mais e mais. Eu saí de lá com um grande sorriso e muito feliz! Cada um fez algumas peças e posteriormente colaram-nas numa peça feita por mim, uma caixa. Infelizmente não posso publicar fotos com as crianças, mas deixo fotos da preparação, o durante e da peça final, desta maravilhosa manhã! ❤




quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

O aniversário do David!

O David fez 4 anos à duas semanas atrás. Foi um dia em cheio e prolongou-se até ao fim de semana. Fomos cantar os parabéns à escolinha e foi lindo ouvir todas as crianças a cantar! Plantamos a nossa árvore de natal (já o tinhamos feito neste mesmo dia) e parece-nos que começa a ser a nossa tradição no aniversário dele. E cantamos novamente os parabéns no fim de semana com a família e amigos. Quanto mais tempo passa, mais percebemos o quanto Ele é especial, todos os dias temos muito orgulho dele ❤








As casinhas dos porquinhos foram feitas por mim! 




quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

My boy!

Hoje o meu coração de mãe está apertadinho e o meu pensamento está todo nele... Primeira viagem sem os pais e organizada pela escola, ida ao Teatro Politeama para ver Rapunzel de Filipe La Féria em Lisboa (aposto que ele vai adorar!). 
Esta foto não tem a ver com esta viagem, mas eu gosto muito dela e, é ele, o "my boy" ❤



terça-feira, 1 de janeiro de 2019

New Year!

Primeiro dia do novo ano! Que este ano seja cheio de alegrias!!! Grata por tudo ❤

First day of the New Year! May this year be full of joys!!! Grateful for everything ❤



quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Três verdes!

Em três verdes! Copo e pauzinho em porcelana.

In three greens! Cup and chopstick in porcelain.


segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Open House

Como já tinha divulgado, no passado dia 8, realizei um Open House com as minhas peças.

De coração cheio, foi um dia fantástico!!
Muito OBRIGADA a todos que vieram, foi tão bom receber-vos ❤❤❤.







sábado, 1 de dezembro de 2018

Open House

No próximo dia 8 de Dezembro vou fazer um "Open House" onde podem adquirir as minhas peças, na minha casa pelas 15h. Haverá um pequeno lanche!

Estão todos convidados! 😊🎄❤️


😋😋😋😋

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Outono

Aprendi a observar o que temos perto de nós e que com isso, somos muito mais felizes. Ver as folhas a mudarem de cor, apanhar os frutos das árvores nesta altura do ano e trazê-los para dentro de casa, torna-me uma pessoa muito feliz! 



Taças em porcelana com textura no exterior e cor no interior.

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

sábado, 6 de outubro de 2018

A coffee?!!

NEW!!

Copo e pauzinho em porcelana para café. O copo tem a altura de 7,5 cm e diâmetro (boca) 7 cm. O pauzinho tem 12 cm de comprimento.




segunda-feira, 1 de outubro de 2018

novamente o The Pitch Market

Uma das coisas mais interessante que pode acontecer depois de participar num evento como o The Pitch Market é reconhecimento. Foi isto que encontrei aqui: designporacaso.pt. Obrigada pelas palavras que me dedicou e pelas excelentes fotos!!

Passo a citar:


SÍLVIA JÁCOME


Sílvia é das Caldas da Rainha e veio a Lisboa mostrar que sabe o que faz.
Designer de cerâmica, faz peças utilitárias e decorativas em porcelana. Numa vertente minimalista e com inspiração na natureza, presenteou-nos com peças originais e delicadas.
Encantei-me com estas chávenas que hei-de partilhar em mais detalhe um dia destes, mas fiquei a pensar que também devia ter trazido as taças.
Os detalhes exteriores são uma delícia e parece que estão forradas a renda. Os quadros também são uma forma de reinventar a porcelana e dar-lhe uma nova vida.




sexta-feira, 28 de setembro de 2018

The Pitch Market

Já há algum tempo que queria participar neste mercado de design, mas por uma razão ou outra ainda não tinha sido possível. Foi desta, a edição de 2018!


Obrigado a todos que deixaram palavras lindas cheias de incentivo, aos que levaram peças "Sílvia Jácome" e a todos que tornaram possível esta edição.
Deixo o registo da minha participação.








sábado, 30 de junho de 2018

workshop de Joalharia Cerâmica


A pedido de algumas pessoas lindas, eis um workshop de joalharia cerâmica nas Caldas da Rainha.

Para quem gosta de pôr as mãos no barro (ou nunca experimentou e quer) e gosta da natureza, vai adorar este workshop! 
Além de realizar-mos peças de joalharia cerâmica, também vamos dar um pequeno passeio e almoçar em plena natureza.

Dia 7 de Julho (das 10h30 às 17h) - parte 1
Realização de peças de joalharia cerâmica brincando com texturas e dando largas à
imaginação através da impressão no barro.
Dia 21 de Julho (das 10h30 às 17h) - parte 2
Após cozedura, decoração e vidragem das peças realizadas na parte 1. Noções de
montagem das peças (finalização das peças).
Nos dois dias ficará a ter conhecimentos de todo o processo, mas se quiser optar por um dos
dias, também pode ser.
Onde: antiga Escola Primária, Rua da Escola 8, Casal da Areia, Salir de Matos
coordenadas para GPS: 39.414, -9.092
Formadora: Sílvia Jácome (designer cerâmico)
Valor: 1 dia - 40 euros; 2 dias - 80 euros
Incluí material e almoço.

Mais informações e inscrições pelo email: sjacome02@gmail.com

segunda-feira, 21 de maio de 2018

Azulejos/ Tiles

Finalmente no lugar certo! Azulejos realizados por mim em 2014 no atelier do Thomas Schittek.

Finally in the right place! Tiles made by me in 2014 in the atelier of Thomas Schittek.